Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
comentários
qual das paginas vocês gostaram? e interessante?
Maquiagem para pele moren
alma de mulher
moda mulhe
intimidade femanina
tudo sobre sexo
dicas 30 beijos do kama s
6 DICAS PARA TER A VIDA A
dicas e cuidados com seus
Ver Resultados

Rating: 2.7/5 (1210 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



amigos-vale ouro <div data-mvc-banner="sky-wide"></div><script type="text/javascript"> (function(storeName) { var b = document.createElement('script'); b.type = 'text/javascript'; b.async = true; b.src = 'https://www.magazinevoce.com.br/js/banner.js?store='+ storeName; var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(b, s); })('luxmais'); </script>

 

 

 

 

Para conseguir a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolvermos em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos.

Sócrates

A verdadeira amizade é aquela que nos permite falar, ao amigo, de todos os seus defeitos e de todas as nossas qualidades.

Millôr Fernandes

No final, não nos lembraremos das palavras dos nossos inimigos, mas do silêncio dos nossos amigos.

Martin Luther King" alt="" width="58" height="64" />

curte tambem a minha pagina no face

https://www.facebook.com/pages/Amigo-Que-Nos-Aplaude-E-Nos-ignora/234416906758945?ref=bookmarks


Quem perdoa uma traição é trouxa?
Quem perdoa uma traição é trouxa?



Quem perdoa uma traição é trouxa?

Traição de Kristen Stewart, a Bella, de "Crepúsculo", acende a discussão: será que Robert Pattinson, o vampiro da saga, deve perdoá-la?

Verônica Mambrini - iG São Paulo o relacionamento do “casal Crepúsculo” parecia um conto de fadas: Robert Pattinson, o vampiro na saga, e Kristen Stewart, que interpretou Bella, embora nunca tenham assumido o namoro, moravam juntos desde 2010 numa mansão em Los Angeles. Dizem os boatos que Pattinson estava se preparando para pedir Kristen em casamento. Porém, no último dia 25, a revista US Weekly divulgouimagens em que Kristen aparece beijando Rupert Sanders, seu diretor no longa "Branca de Neve e o Caçador".

 


A traição de Kristen Stewart levanta a questão: quem perdoa infidelidade é trouxa?

 

O sonho caiu por terra. No mesmo dia, Kristen, por meio de um comunicado , admitiu a traição e se disse arrependida: "Estou profundamente triste pela dor e constrangimento que causei às pessoas próximas a mim e a todos que foram afetados. Esta indiscrição momentânea comprometeu a coisa mais importante na minha vida, a pessoa que eu mais amo e respeito, Rob. Eu o amo, eu o amo, eu sinto muito."

Pattinson deixou a casa onde moravam no dia seguinte, refugiou-se na casa da amiga e também atriz, Reese Whiterspoon, e ficou sem se comunicar diretamente com a ex por alguns dias, arrasado . Os rumores dizem que Kristen está se esforçando para convencer Pattinson a reatar e que eles já estariam ao menos se falando novamente.

Leia também: 
- Os mitos da traição 
- Mulheres contam como se vingaram dos ex

Já Rupert Sanders, que é casado com a modelo Liberty Ross e pai de duas crianças, disse que o affairfoi passageiro. Liberty afirmou que perdoou o marido, mas não quer que ele dirija a continuação de “Branca de Neve” com a ex-amante.

Nas redes, as opiniões dividem-se sobre se Pattinson deve perdoar Kristen ou não, enquetes e campos de comentários dos sites especializados ora apoiando o perdão ora defendendo a ideia de que 'quem perdoa é trouxa'. No Facebook, circula uma foto de Pattinson com chifres e piadinhas. Naenquete do canal Jovem do iG , 40% das pessoas votaram contra o perdão. 

Para especialistas, fica mais difícil perdoar a traição quando ela se torna pública, como no caso de Pattinson e Kristen, porque o homem fica com o estigma de “corno manso”, como diz a expressão popular corrente em português.

Veja mais: 
- Separação dóis mais que traição? 
- Quando começa a traição?

“Quando o homem é traído e os outros sabem, o problema é social, a grande questão é como as pessoas vão vê-lo”, diz a antropóloga Mirian Goldenberg. É como se ele não tivesse dado conta da mulher, não fosse capaz de completá-la, satisfazê-la. “O traído é visto como um homem impotente, um frouxo, o tal 'corno manso'. Tanto é que muitos homens me dizem ‘se eu não souber e os outros não souberem, OK’. É uma cegueira voluntária.”

Por outro lado, mulher traída, é algo 'natural'. “É como se trair fizesse parte da natureza do homem, portanto não há nada que a mulher possa fazer”, diz a antropóloga. “Não cria um problema social para ela ter sido traída, ao contrário, as pessoas costumam colocá-la na posição de vítima e culpar o homem pelo ocorrido. Perdoar, para a mulher, é um gesto de generosidade e uma demonstração de amor. Se o homem disser para ela que ela é única, especial e insubstituível e ela acreditar nisso, vai perdoá-lo”, afirma Mirian.

Veja também: 
- Vingança não é justiça 
- Traição é sempre culpa do marido?

Na hora de avaliar a traição de homens e de mulheres, pesa o estereótipo de que o homem trai por causa do sexo, não por amor. A traição feminina, ao contrário, tem um envolvimento além do sexo, o que leva o homem a se sentir duplamente traído. “Socialmente, a mulher quando é traída, sente raiva, vontade de matar o cara e a mulher, mas não tem vergonha, porque não é ‘corna’. Ele foi o 'sacana'. Veja o Robert Pattinson, ele está morrendo de vergonha.” De fato, Pattinson teria dito à ex “Você me humilhou completamente. Toda a confiança se foi”, numa conversa por telefone.

O psicanalista Francisco Daudt lembra também que outras reações que se confundem com o perdão. “As mulheres, por exemplo, costumam fazer uma vista grossa intencional, uma forma de aceitação que impede que as outras pessoas venham a se intrometer e blinda a relação do poder da crítica do outro. Para uso externo, até parece um perdão, mas não é". Aparentemente, foi esse o caminho que Liberty escolheu ao perdoar o marido adúltero. 

Veja també: 
- Mulheres são contra traição, mas solidárias às amantes 
- Traição na própria cama: poucos perdoam, ninguém esquece

Para Francisco Daudt, a necessidade de perdoar só existe porque uma das partes se sente culpada e permite que a outra exerça uma espécie de poder moral superior, que é a alavanca do perdão. “O perdão e a culpa são parte de um jogo de poder que se desenrola paralelamente à traição. Quando o casal, mergulha nesse jogo, o sexo vira apenas um meio de exercer o poder ou de lidar com a culpa”, afirma.

E se Pattinson perdoar? 
Pattinson e Kristen terão que se encontrar ainda durante a divulgação de “Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2”, no qual contracenam. Segundo Nancy Kirkpatrickm presidente de marketing internacional do estúdio Summit, não haverá nenhuma mudança nos planos de divulgação. As fontes ligadas à indústria de entretenimento dizem que Kristen está buscando uma reconciliação e que Pattinson não sabe ainda o que fazer.

Mirian Goldemberg avalia que hoje Pattinson tem chances de provocar ao menos uma rachadura nesse padrão de comportamento. “Por ser o ídolo que é, se ele dissesse ‘não estou preocupado com o que os outros pensam, essa é a mulher que eu amo e escolhi’, seria visto de forma legal. Ele tem fãs jovens que o acompanham e poderia ajudar a quebrar essa visão de que traição para a mulher é uma coisa e para o homem é outra”, acredita a antropóloga. Afinal, “se ela disse que era um envolvimento momentâneo, passageiro, por que não perdoar?”

Leia mais: 
- Será que você é preconceituoso e não sabe? 
- E quando a invejosa sou eu?

De qualquer forma, Miriam acredita que ele teria que enfrentar em alguma medida o estigma de idiota. “Se o homem perdoar, é óbvio que na nossa cultura machista, vai ter gente que vai achá-lo um trouxa, tachar de corno”, diz. Mas ela lembra também que em países como Alemanha e Suécia as questões sexuais já são tratadas de forma mais igualitária entre os gêneros. “Na verdade, ele não tem que olhar para a opinião dos outros, e sim para o que ele quer. Se ele não se preocupar com o que os outros vão pensar, ele vai tomar uma decisão melhor”, crava a antropóloga.

Daudt também considera que essa decisão não é fácil. “A dificuldade de se afirmar e ir contra a pressão do senso comum é enorme”, afirma. O ator ainda não se manifestou publicamente, mas com o lançamento do último filme da saga, a história ainda vai dar o que falar.